quarta-feira, 10 de julho de 2013

A Farsa

A Farsa



Durante uma escalada nos Alpes suíços, o cirurgião Jonathan Ransom e sua bela esposa, Emma, são surpreendidos por uma avalanche. Na tentativa de buscar abrigo contra uma tempestade iminente, ela fratura a perna, cai em uma greta e morre. Vinte e quatro horas depois, Jonathan recebe um misterioso envelope endereçado à mulher contendo dois recibos de bagagem de uma longínqua estação de trem. Ao resgatar as malas, ele é surpreendido por dois homens que tentam tirá-las de suas mãos. Durante a briga, o médico acaba matando um deles e deixando o outro gravemente ferido - e só então descobre que eram policiais. No meio desse turbilhão de acontecimentos, ele jamais poderia imaginar que a situação ficaria ainda pior. Ao abrir as malas, Jonathan descobre estranhos objetos que revelam a verdadeira identidade de Emma: uma agente secreta envolvida em atos terroristas e espionagem internacional.
Procurando desesperadamente compreender os fatos e salvar a própria vida, ele se torna alvo de uma perseguição implacável, tomando parte em uma conspiração que coloca em risco a humanidade. Sua chance de sobreviver é descobrir a realidade por trás da enigmática Emma, que, sob a fachada de enfermeira da ONG Médicos Sem Fronteiras, tinha ligações com terrorismo, manipulação de urânio e tentativas de destruição de Israel. Aclamado pelos críticos como um novo mestre do suspense, Christopher Reich mescla personagens e fatos surpreendentes nesta trama de espionagem cheia de reviravoltas, aventuras e intrigas.





Há menos de seis meses, o respeitado cirurgião da ONG Médico sem Fronteiras Jonathan Ransom teve sua vida drasticamente transformada. Durante uma escalada na Suíça, ele e a sua esposa, Emma, foram surpreendidos por uma tempestade. Jonathan acreditou que a mulher tivesse morrido, mas logo descobriu que ela escondia um passado obscuro. Emma é uma agente secreta. E não está morta. Agora, atuando num lugar remoto da África, o Dr. Ransom tira uma folga de suas atividades humanitárias para ir a Londres, convidado a dar uma palestra num congresso de medicina. Assim que chega ao hotel de luxo onde ficará hospedado, é abordado por um desconhecido que lhe dá instruções para se encontrar com Emma. Apaixonado e cheio de saudades, ele vê a esposa por duas vezes. Mas então Emma se despede de novo, dizendo que ainda corre grande perigo e precisa desaparecer.
 Incapaz de aceitar essa segunda separação, Jonathan a segue até uma movimentada rua de Westminster. Ao perceber o que a mulher está tramando, ele tenta detê-la, mas não consegue. Emma detona um potente carro-bomba na frente de um edifício ministerial, deixando quatro mortos e mais de 30 feridos. Ao tentar ajudar uma das vítimas, Igor Ivanov, ministro do Interior russo, Jonathan é preso, acusado de cumplicidade no atentado. Para provar sua inocência, a polícia exige que ele ajude a encontrar Emma.




Há alguns meses, a vida do Dr. Jonathan Ransom virou de pernas para o ar. Após oito anos de casamento, ele descobriu que sua esposa, a enfermeira Emma, é uma agente dupla, que trabalha tanto para o FSB russo quanto para a Divisão, uma agência ultrassecreta dos Estados Unidos. Por duas vezes o amor pela mulher o arrastou para situações de risco, nas quais ele se viu envolvido com terroristas, assassinos e perigosos agentes internacionais. Agora chega. Decidido a se livrar de tudo isso, Jonathan se desliga da ONG Médicos Sem Fronteiras e segue sozinho para o Afeganistão. Seu objetivo é expiar os pecados do passado fazendo aquilo no que é melhor: ajudar as pessoas. O que Jonathan ainda não sabe é que a espionagem internacional é um jogo do qual ninguém sai assim tão facilmente. 
Com A Traição, Christopher Reich dá sequência à trama de A Farsa e A Vingança. Neste novo livro, ele surpreende ainda mais o leitor e não deixa dúvidas sobre por que é considerado um dos maiores nomes do thriller de espionagem do século XXI.


Nenhum comentário:

Postar um comentário